Apesar de ter ouvido falar tanto de React (no ZOFE, no DNE, num evento da Locaweb, no FrontInBH2016 e no resto da vida), eu, de fato, não havia parado pra ver como era essa lib. Até que um dia, um professor passou um trabalho que seria basicamente um game show de perguntas sobre a matéria. Na hora, tive a ideia do que fazer.

Na verdade, só tive a ideia, mas fiquei sem saber o que utilizar. Comecei com Bootstrap e jQuery, porque pensei “não vou arriscar e fazer algo rápido logo.”, mas aí eu pensei “olha, na verdade é uma boa oportunidade para testar algo novo…“, e instalei o AngularJS. Nos mesmos dias que comecei, eu estava lendo o post do Diego Eis no Medium do Tableless sobre ‘hello world com React’, e adivinha? Resolvi testar o React. Tá bom, agora é sério, parei aqui.

No post, Diego Eis fala sobre umas vídeo-aulas que ele viu, do Matheus Lima, no jscasts e aí eu resolvi dar uma olhada e seguir nesse projetinho me baseando nesse curso. Daí surgiu a v1.0 do English Quiz, que no fim das contas funcionou bem e meu trabalho foi um sucesso apesar de eu não ter aplicado as melhores práticas no desenvolvimento. Confesso que pude perceber muito mais, ou talvez, realmente entendi closures fazendo esse trabalho.

Apesar do título desse post, eu não aprendi React em um dia. Na verdade, ainda não parei de aprender. Já li boa parte da documentação e implementei várias coisinhas de testes, mas cada vez que converso sobre, eu tenho uns momentos mind blown.

Exatamente por isso, estou reescrevendo esse projeto. Para isso, gastei uns dias das férias estudando, testando e tendo ótimos momentos de descoberta. Acho que alguns pontos são válidos de colocar aqui separadamente, então vamos lá.

ES6, ES2015 or whatever

O primeiro deles, e na verdade o mais importante: JavaScript e as novas features do ES6!

Pode parecer clichê dizer isso, mas na verdade é a parte mais importante de todo o resto. Participar da tradução do You Don’t Know JS tem me ajudado bastante, daí a base em JS eu até que já tinha, mas como falei, comecei pelas vídeo-aulas do Matheus Lima, e aquele curso era com ES5. Daí a aplicação, apesar de funcionando, ficou com uma carinha de “esse código poderia ser mais bonito e mais legível”, daí parei pra olhar a documentação do React com mais carinho e mais tempo, vi os exemplos em ES6 e fui logo procurar saber sobre as coisas que eu ainda entendia muito, como por exemplo: sistema de módulos e o class syntax sugar. Depois posso até fazer um post falando mais sobre o sistema de módulos, achei interessante, apesar de (até onde eu saiba) não ter nenhum navegador que implementou suporte (até a presente data).

Então, se você ainda não começou a usar, dá uma olhada na página do Learn ES2015, do site do Babel. ES6 é um ótimo amigo e já está ficando velho.

:p

webpack

Já tentou usar o webpack-dev-server mas percebeu que ele não gerava um bundle no diretório de output? Eu percebi, achei que não prestava e achei que não tinha configurado direito, daí deixei pra lá… Até O dia que eu aprendi React (#recursividade).

Sim, comunidades podem ajudar muito e exatamente por isso, leia as documentações e ajude. Aprendi a mexer com o webpack assim, e entendi que o webpack-dev-server gera o bundle em memória, enquanto roda o servidor. Valeu o estudo porque agora posso usá-lo pra qualquer outra coisa, graças aos vários loaders e plugins! Vivendo e aprendendo. Esses links do webpack vão te levar para a documentação da versão 1, que foi a que eu usei, mas como recentemente foi lançada a versão 2, aconselho você olhar a nova documentação.

React em si

Mais uma vez: leia documentações.

A do React é muito boa e dá ótimos exemplos e explicações. Se você tiver um tempinho pra dedicar a isso, será muito produtivo. Vídeo-aulas são bacanas, principalmente quando você está um pouco cansado para ler, mas a documentação é onde você acha os verdadeiros porquês por trás das coisas.

Entender como e quando usar state e props é fundamental. Entender os métodos componentDidMount() e componentWillUnmount() também são muito importantes para o ciclo de vida do componente. E a melhor parte (pra mim) pensar React e pensar em composição ajuda muito.

Estou refatorando a aplicação e (no presente momento) estou no passo 3 do processo de pensar em React. Quando estiver OK eu aviso, ok?

Outras coisinhas

Por um motivo bobo, resolvi colocar o border-radius dos botões que estava criando com um número absurdo: 19941101px. O resultado foi que descobri um break point na versão 50 do Firefox. O border-radius quebra em 17895698px. Agora, por qual motivo alguém faria isso?

¯\_(ツ)_/¯

E o que mais? NodeJS e Express.js! Mas isso fica pra outro post. Sendo breve, aproveitei pra escrever uma API simples, com MVC, um CRUD básico e MongoDB pra armazenar as perguntas do quiz. Tá funcionando hehe, mas já sei o que dá pra melhorar. Tá na lista.

Conclusão

As férias da faculdade foram bem corridas, apertadas de serviço, e ótimas pra estudar outras coisas que não se vê na sala de aula. Estou feliz com esse progresso, fui até desafiado estudar Ionic2 e Angular2, mas deixa pra algum feriado prolongado aí.

Alguma dúvida? Algum comentário? Deixa aí embaixo, será um prazer trocar uma ideia.

Isso é tudo pessoal, até a próxima.

(: